Informação para Investidores

ACTUAR PARA DESENVOLVER


A Fundação Luso-Espanhola é uma instituição de direito privado, criada em 23 de Outubro de 2000 e nasceu da congregação de esforços de um conjunto de empresas portuguesas e espanholas que, imbuídos da mesma visão e do mesmo espírito construtivo, apostam na aproximação, desenvolvimento e projecção global do espaço da Península Ibérica.
A importância que as economias de Portugal e Espanha representam uma para a outra, exige de todos um contributo construtivo, assente em estruturas estrategicamente desenvolvidas.
Estruturas criadoras de laços que melhorem e direccionem as relações económicas entre os dois países, numa base geradora de competitividade, prosperidade e riqueza, realçando a harmonia das identidades que os caracterizam e as causas comuns que os unem.
Por isso, a Fundação Luso-Espanhola defende uma solução de futuro que, através de uma cooperação forte e equilibrada entre Portugal e Espanha, converta o espaço peninsular numa plataforma de relevância económica e cultural, a nivel europeu e mundial.

Agenda Ibérica

Mês anterior Setembro 2017 Próximo mês
Dom seg ter qua qui sex Sáb
week 35 1 2
week 36 3 4 5 6 7 8 9
week 37 10 11 12 13 14 15 16
week 38 17 18 19 20 21 22 23
week 39 24 25 26 27 28 29 30

Links Interessantes

FLE NAS REDES SOCIAIS

Sevilha, centro das relações culturais e empresariais entre Espanha e Portugal PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

A Fundação Luso-Espanhola organizou no passado dia 14 de Março de 2013 um encontro empresarial que teve como tema a planificação tributária internacional das empresas a partir de Portugal e do Centro Internacional de Negócios da Madeira. Este evento foi co-organizado com a Confederación de Empresários de Andalucia e contou com o apoio do Consulado Geral de Portugal em Sevilha.

No mesmo dia foram realizadas naquele Consulado várias mostras de produtos típicos de Portugal, provas de vinho português e aproximações gastronómicas entre a Andaluzia e Portugal.

Todos estes eventos fazem parte de um acordo de cooperação entre a Progestur e a Fundação Luso-Espanhola e seguem-se a outros similares já organizados em Lisboa, Oviedo, Gijon e Zamora.