Informação para Investidores

ACTUAR PARA DESENVOLVER


A Fundação Luso-Espanhola é uma instituição de direito privado, criada em 23 de Outubro de 2000 e nasceu da congregação de esforços de um conjunto de empresas portuguesas e espanholas que, imbuídos da mesma visão e do mesmo espírito construtivo, apostam na aproximação, desenvolvimento e projecção global do espaço da Península Ibérica.
A importância que as economias de Portugal e Espanha representam uma para a outra, exige de todos um contributo construtivo, assente em estruturas estrategicamente desenvolvidas.
Estruturas criadoras de laços que melhorem e direccionem as relações económicas entre os dois países, numa base geradora de competitividade, prosperidade e riqueza, realçando a harmonia das identidades que os caracterizam e as causas comuns que os unem.
Por isso, a Fundação Luso-Espanhola defende uma solução de futuro que, através de uma cooperação forte e equilibrada entre Portugal e Espanha, converta o espaço peninsular numa plataforma de relevância económica e cultural, a nivel europeu e mundial.

Agenda Ibérica

Mês anterior Setembro 2017 Próximo mês
Dom seg ter qua qui sex Sáb
week 35 1 2
week 36 3 4 5 6 7 8 9
week 37 10 11 12 13 14 15 16
week 38 17 18 19 20 21 22 23
week 39 24 25 26 27 28 29 30

Links Interessantes

FLE NAS REDES SOCIAIS

Exposição no Museu Nacional de Arte Antiga PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

O Museu Nacional de Arte Antiga, com o apoio da Fundação Luso-Espanhola e do nosso Curador Fundación Ramón Areces, inaugura no dia 8 de Março, às 18h, a exposição "ILUSIONISMOS - Os Tetos Pintados do Palácio Alvor".

 
Assinatura do Protocolo de Colaboração entre a Confederación de Empresarios de Andalucía e a Fundação Luso-Espanhola PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Da esquerda para a direita:
Álvaro Mendonça e Moura, Embaixador de Portugal em Espanha José Honorato Ferreira, Vice-Presidente da Fundação Luso-Espanhola José António Silva e Sousa, Presidente da Fundação Luso-Espanhola Santiago Herrero León, Presidente da Confederação de Empresários da Andaluzia

 

A Fundação assinou com o a Confederação de Empresários da Andaluzia um acordo-marco de colaboração para diversas actividades que visam a internacionalização das duas economias. Pretende-se de uma forma activa criar oportunidades e evidenciar sinergias entre empresas portuguesas e andaluzas para o mercado da África Subsaariana. O acordo foi celebrado no Consulado de Portugal em Sevilha no passado dia 4 de Dezembro e contou com a presença do Embaixador português em Madrid, Álvaro Mendonça e Moura.

 
Fórum Empresarial Mercado Ibérico PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

A Casa de Espanha e a C&C – Consultores de Comunicação Lda., com o apoio da Fundação Luso-Espanhola, realizaram, no passado dia 13 de Novembro de 2012, o Fórum Empresarial Mercado Ibérico, subordinado ao tema «Mercado Ibérico - Novos Desafios e Oportunidades». O evento decorreu em Lisboa, no Hotel D. Pedro, e reuniu conceituados empresários, dirigentes empresariais, especialistas e gestores com intervenção e atividade empresarial na Península Ibérica. O Presidente da Fundação, Dr. José António Silva e Sousa, moderou o principal painel do evento.

 
Nomeação de novo Cônsul Geral de Portugal em Sevilha PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

A Fundação Luso-Espanhola congratula-se com a nomeação do novo Cônsul Geral de Portugal em Sevilha, Dr. Jorge Monteiro. Tal nomeação representa a materialização de um passo estratégico significativo da diplomacia portuguesa em Espanha, numa zona fronteiriça com Portugal e em que as relações bilaterais têm grandes oportunidades de desenvolvimento.

Por ocasião da cerimónia de apresentação do novo Cônsul Geral a Fundação promove uma mostra de vinhos e produtos portugueses no edifício do Consulado Geral de Portugal em Sevilha.

 
Conferência "Oportunidades de Negocio e Inversión en África Subsahariana" PDF Versão para impressão Enviar por E-mail



A Fundação participou, em Sevilha, no passado dia 22 de Novembro de 2012, na Conferência "Oportunidades de Negocio e Inversión en África Subsahariana".

O objectivo da jornada foi informar as empresas andaluzes das numerosas oportunidades de negócio que existem actualmente no continente.

O presidente da Fundação Luso-Espanhola abordou o caso especifico dos países africanos de expressão portuguesa.

 
Corte de Arbitragem Ibero-Americana apresentada formalmente na Cimeira Ibero-Americana de Cadiz PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

No âmbito dos trabalhos da Cimeira Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo ocorrida em Cadiz a 16 e 17 de Novembro, foi formalmente apresentada a Corte Ibero-Americana de Arbitragem. Na ocasião, o Presidente da UIBA, Luis Martí Mingarro, salientou aos altos dignatários presentes que "a Corte representa uma resposta da sociedade civil a uma necessidade da comunidade empresarial ibero-americana: uma Justiça mais ágil, uma Justiça mais eficaz, uma Justiça melhor."

A cerimónia terminou com a entrega ao Secretário Geral Ibero-Americano, Enrique Iglesias, e ao Ministro espanhol dos Assuntos Exteriores, José Manuel Garcia Margallo (enquanto presidente em exercício da Comunidade Ibero-Americana) e na presença do Secretário-Geral da OCDE, Ángel Curria, de exemplares do Acordo-Marco assinado em Brasília no passado mês de Outubro. No seu discurso de agradecimento, o Ministro dos Assuntos Exteriores espanhol considerou que o Acordo-Marco transformava "a Cimeira de Cadiz numa Cimeira de Apresentação de resultados concretos, de respostas concretas.".

Em representação das entidades instituidoras da Corte, e para além do Presidente da UIBA, estiveram o antigo Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Roberto Bussato, o Presidente da Confederação de Empresários da Argentina e o Presidente da Fundação Luso-Espanhola, José António Silva e Sousa.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Seguinte > Final >>

Pág. 3 de 5